Ciencia España , León, Martes, 06 de noviembre de 2012 a las 13:32

Identifica-se mutação que melhora a porcentagem de proteína no leite de ovelha da raça churra

Trabalho publicado na revista ‘PLoS ONE’ faz parte da tese doutoral da pesquisadora da Universidade de León Elsa García Gámez

Cristina G. Pedraz/DICYT Pesquisadores do Departamento de Produção Animal da Universidade de León, em colaboração com a Associação Nacional de Criadores de Gado Ovino da Raça Churra (Anche) e o Centro de Supercomputação de Castela e Leão, realizaram um trabalho de pesquisa que permitiu identificar uma possível mutação que melhora a produção do leite em ovelhas da raça churra. O trabalho foi publicado este mês na prestigiada revista científica internacional PLoS ONE.

 

Segundo explicou a DiCYT o pesquisador do Departamento de Produção Animal Juan José Arranz, localizado na Faculdade de Veterinária da Universidade de León, o estudo faz parte da tese doutoral elaborada por Elsa García Gámez, que orienta em colaboração com a doutora Beatriz Gutiérrez Gil e que será defendida durante o mês de novembro.

 

Sob o título GWA analysis for milk production traits in dairy sheep and genetic support for a QTN influencing milk protein percentage in the LALBA gene, o artigo publicado propõe, pela primeira vez no gado ovino, “uma mutação causal com influência sobre um caráter leiteiro na ovelha, concretamente a porcentagem de proteína no leite”. Neste sentido, a importância da porcentagem de proteína na produção de leite radica em sua influência no rendimento queijeiro e, portanto, no preço final do leite.

 

O estudo, que envolve uma análise profunda do genoma da ovelha utilizando modernas ferramentas moleculares como os chips de SNPs, um tipo de chip de DNA que permite a detecção de mutações e polimorfismos de um único gene, foi financiado por projetos de pesquisa custeados pelo Ministério de Economia e Competitividade e pela União Européia.

 

Conforme detalham os pesquisadores, “a descoberta de uma possível mutação como causa de um efeito interessante do ponto de vista produtivo nesta espécie ganadeira premia o esforço realizado pelos pecuaristas da associação Anche por manter a colaboração com os pesquisadores, e revela que este tipo de cooperação e o trabalho em equipe pode ser muito útil para melhorar a eficiência dos programas de seleção, repercutindo de forma positiva sobre a competitividade desta raça autóctone”.

 

Programa de seleção

 

Na raça ovina churra a melhora da porcentagem de proteína é um dos objetivos do programa de seleção, afirmam, de modo que “é possível utilizar a mutação descrita diretamente no programa de seleção desta raça”.

 

Como detalham os pesquisadores, o estudo dos genes que influenciam na produção do leite em raças ovinas autóctones é um dos objetivos do Grupo de Investigação (GIR) Melhora Genética Animal da Universidade de León. Os trabalho realizados até o momento por este grupo de pesquisa, descritos em diversas publicações científicas, identificaram várias regiões genômicas com influência sobre caracteres produtivos na raça Churra. Este trabalho é realizado através de novos projetos de pesquisa focados no conhecimento da base genética dos caracteres de interesse produtivo na espécie ganadeira.