Espaço  OPORTO 28/09/2015

Atmosfera da estrela permite prever a composição de exoplanetas rochosos

Estes estudos terão um impacto significativo na análise dos exoplanetas que serão descobertos por futuras missões especiais

Em dois artigos publicados recentemente, uma equipa de investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) mostra que a abundância relativa de alguns elementos pesados na estrela, como Magnésio (Mg), Silício (Si) e Ferro (Fe), influencia de forma crucial a composição dos exoplanetas rochosos.

Imagem artística, com detalhe do exoplaneta Corot-7b. Este exoplaneta está tão próximo da sua estrela, que se encontra seguramente sujeito a condições extremas. O planeta tem cinco vezes a massa de Terra. Crédito: ESO/L. Calçada
506 palavras
1 Imagens
Ciências Sociais  OPORTO 17/09/2015

Gigante gasoso em estrela de berçário

Detetados pela primeira vez há 20 anos, os Júpiteres Quentes continuam a ser dos exoplanetas mais enigmáticos que conhecemos

Uma equipa internacional, da qual faz parte o investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) Pedro Figueira, acaba de anunciar a descoberta de provas que indicam que os Júpiteres Quentes podem ser muito mais frequentes em estrelas no seu início de vida do que em estrelas com idades semelhantes à do Sol.

Formação de estrelas e os seus planetas na maternidade de estrelas de Touro visto em comprimentos de onda na bando do milimétrico pelo telescópio APEX no Chile. (Crédito: ESO/APEX (MPIfR/ESO/OSO)/A. Hacar et al./DSS2. Agradecimento: Davide De Martin)
449 palavras
1 Imagens
Alimentação  OPORTO 30/07/2015

CIIMAR integra projeto europeu para a promoção da Literacia dos Oceanos

Financiado pelo programa Horizonte 2020 e coordenado pela Marine Biological Association (MBA), este projeto tem como objetivos a implementação de atividades de mobilização com enfoque na educação e informação tanto da comunidade como dos governant

O Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto (CIIMAR) é um dos parceiros do projeto Sea Change que tem por objetivo promover a literacia dos oceanos e estimular um comportamento consciente, responsável e sustentável dos cidadãos perante os mares, oceanos e seus recursos.

O Sea Change terá a duração de 3 anos e envolve 17 parceiros europeus. (Foto: DR)
243 palavras
1 Imagens
Ciências Sociais  OPORTO 20/07/2015

Imagem portuguesa destacada por site de ciência internacional

Para duplicarem, as células têm que fazer cópias do DNA, organizá-las e empacotá-las em cromossomas. Trata-se de um processo complexo que se não for controlado e se der com erros, pode levar a graves consequências

Um trabalho de uma equipa do Instituto de Biologia Molecular e Celular da Universidade do Porto (IBMC), em parceria com a universidade norte-americana Virginia Tech e o Hospital de S. João, foi recentemente destacado como Imagem Biomédica do Dia (“Biomedical Picture of the day”) pelo Imperial College de Londres. A imagem mostra uma célula humana embrionária dividir-se de modo irregular, acabando por formar um micronúcleo numa das células filhas. 

Joana Macedo, autora do artigo. FOTO: UP
485 palavras
1 Imagens
1 Clips de áudio
Tecnologia  OPORTO 10/07/2015

Tecnologia INESC TEC e Ambifood controla a qualidade dos óleos de fritura

O projeto de I&D juntou o INESC TEC (INESC Tecnologia e Ciência), a Ambifood, a Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto (FFUP) e o Laboratório de Química da ASAE

Tecnologia única no mundo made in Portugal vai permitir controlar a qualidade dos óleos de fritura através de sistemas óticos e de software de registo e controlo de dados por meio de smartphone. O projeto de I&D juntou o INESC TEC (INESC Tecnologia e Ciência), a Ambifood, a Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto (FFUP) e o Laboratório de Química da ASAE. Na génese do projeto Eyefry esteve a ideia de criar um sistema inovador de controlo de degradação de óleos alimentares. Esta foi uma necessidade sentida face à legislação em vigor, que estipula o valor máximo de 25 por cento para a presença de compostos polares num óleo de fritura, e à noção de que os sistemas de análise atuais não correspondem às necessidades das empresas. 

A tecnologia destina-se à indústria alimentar, para quem os controlos da qualidade dos óleos de fritura são obrigatórios. FOTO: TUMBLR
526 palavras
1 Imagens
Sade  OPORTO 29/06/2015

Ipatimup propõe método de deteção precoce de cancro do páncreas

Num modelo experimental de ratinho foi possível demonstrar que a deteção de exossomas positivos para GPC1 se correlaciona com a presença de lesões pancreáticas iniciais não detetáveis por ressonância magnética

Um estudo publicado esta quarta-feira na prestigiada revista Nature, liderado pela investigadora Sónia Melo, doInstituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (Ipatimup), demonstrou que as células tumorais do pâncreas produzem exossomas que possuem a proteína glypican-1 (GPC1). A investigadora descobriu que a presença de exossomas com esta proteína no sangue permite distinguir indivíduos sem doença ou com doença benigna do pâncreas, de doentes com cancro do pâncreas. 

Licenciada em Bioquímica pela Faculdade de Ciências da U.Porto, Sónia Melo é investigadora principal do Ipatimup desde 2014. FOTO: DR
353 palavras
1 Imagens
Tecnologia  AVEIRO 23/06/2015
INESPO II

Um novo método transforma resíduos industriais em cimento

Investigadores da Universidade de Aveiro desenvolvem um sistema para reduzir a pegada ecológica de uma das indústrias com mais emissões de CO2 do mundo

Um grupo do Centro de Investigação em Materiais Cerâmicos e Compósitos da Universidade de Aveiro (CICECO-UA) desenvolveu um novo tipo de cimento a partir de resíduos industriais. Este novo sistema, que pelo momento foi testado apenas experimentalmente, requer menos energia no seu fabrico e utiliza exclusivamente resíduos, de modo que a sua implementação reduziria o impacto ambiental da indústria do cimento.

Equipo de investigación del CICECO.
451 palavras
2 Imagens
Tecnologia  AVEIRO 23/06/2015
INESPO II

Un nuevo método transforma desechos industriales en cemento

Investigadores de la Universidad de Aveiro desarrollan un sistema que reduciría la huella ecológica de una de las industrias con más emisiones de CO2 en el mundo

Un grupo del Centro de Investigación en Materiales Cerámicos y Compuestos (CICECO, Centro de Investigação em Materiais Cerâmicos e Compósitos) de la Universidad de Aveiro ha elaborado un nuevo tipo de cemento a base de desechos industriales. Este nuevo sistema, que por ahora se ha probado solo de forma experimental, necesita menos energía y utiliza exclusivamente residuos, de manera que su implementación reduciría el impacto medioambiental de la industria del cemento.

Cemento.
493 palavras
2 Imagens
Tecnologia  AVEIRO 23/06/2015
INESPO II

A new method transforms industrial waste into cement

Researchers from the University of Aveiro are developing a system to reduce the ecological footprint of one of the industries with most CO2 emissions in the world

A group of the Research Centre for Ceramic Materials and Compounds (Centro de Investigação em Materiais Cerâmicos e Compósitos, CICECO) of the University of Aveiro has produced a new type of cement based on industrial waste. This new system, which has only so far been tested experimentally, needs less energy and uses only waste, which means that its implementation would reduce the environmental impact of the cement industry.

Equipo de investigación del CICECO.
467 palavras
2 Imagens
Alimentação  AVEIRO 22/06/2015
INESPO II

Universidade de Aveiro estuda a forma de melhorar a qualidade do ar

A investigação faz parte de um projeto europeu que analisa as práticas dos diferentes países na avaliação e gestão da qualidade do ar para propor novas metodologias

O Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM), da Universidade de Aveiro (Portugal), faz parte do projeto europeu APPRAISAL (Air Pollution Policies for Assessment of Integrated Strategies At regional and Local scales), que, desde 2012 até hoje, tem estudado diversas práticas dos países da União Europeia (UE) na sua avaliação e gestão da qualidade do ar.

Nubes. Foto: Juan Martínez Guerrero.
465 palavras
1 Imagens
Alimentação  AVEIRO 22/06/2015
INESPO II

La Universidad de Aveiro estudia cómo mejorar la calidad del aire

La investigación forma parte de un proyecto europeo que analiza las prácticas de los distintos países en evaluación y gestión de la calidad del aire para proponer nuevas metodologías

El Centro de Estudios Medioambientales y Marinos (Centro do Estudos do Ambiente e do Mar, CESAM) de la Universidad de Aveiro forma parte del proyecto europeo APPRAISAL (Air Pollution Policies for Assessment of Integrated Strategies At regional and Local scales), que desde 2012 hasta ahora ha estudiado distintas prácticas de países de la Unión Europea a la hora de evaluar y gestionar la calidad del aire.

Nubes. Foto: Juan Martínez Guerrero.
493 palavras
1 Imagens
Alimentação  AVEIRO 22/06/2015
INESPO II

The University of Aveiro is studying how to improve air quality

The research is part of a European project that is analysing the practices followed in various countries regarding the assessment and management of air quality so as to propose new methodologies

The Centre of Environmental and Marine Studies (Centro do Estudos do Ambiente e do Mar, CESAM) of the University of Aveiro is part of the European project APPRAISAL (Air Pollution Policies for Assessment of Integrated Strategies At regional and Local scales), which from 2012 to date has been studying different practices in European Union countries when assessing and managing air quality.

Nubes. Foto: Juan Martínez Guerrero.
453 palavras
1 Imagens
Meio Ambiente  AVEIRO 19/06/2015
INESPO II

Projeto europeu estuda a adaptação das zonas costeiras às alterações climáticas

A Universidade de Aveiro analisa a perceção dos atores-chave nos efeitos que têm as alterações climáticas no Baixo Vouga Lagunar da Ria de Aveiro, entre outros

O projeto europeu ADAPT-MED está a analisar a adaptação das zonas costeiras às alterações climáticas, concentrando-se em três casos de estudo: o Baixo Vouga Lagunar, na Ria de Aveiro (Portugal); a região de Provença-Alpes-Costa Azul (Côte d’Azur), na França; e a ilha de Creta, na Grécia. A iniciativa centra-se em estudar a perceção dos atores-chave para o desenvolvimento de políticas e estratégias que permitam incorporar medidas e desenvolver políticas para que as áreas costeiras estejam melhor preparadas para enfrentar as consequências das alterações climáticas.

Baixo Vouga Lagunar da Ria de Aveiro. Foto:  Ana Lillebø.
610 palavras
4 Imagens
Meio Ambiente  AVEIRO 19/06/2015
INESPO II

Un proyecto europeo estudia la adaptación de las zonas costeras al cambio climático

La Universidad de Aveiro analiza la percepción de los actores clave acerca de los efectos de las alteraciones del clima en el Baixo Vouga Lagunar de la Ría de Aveiro

El proyecto europeo ADAPT-MED está analizando la adaptación de las zonas costeras al cambio climático centrándose en tres casos de estudio: Baixo Vouga Lagunar, en la Ría de Aveiro, en Portugal; la región de Provenza-Alpes-Costa Azul, en Francia; y la isla de Creta, en Grecia. La iniciativa se centra en estudiar la percepción de los actores clave para el desarrollo de políticas y estrategias que permitan incorporar medidas y elaborar políticas para que los lugares de costa estén mejor preparados para afrontar las consecuencias del cambio climático.

Baixo Vouga Lagunar da Ria de Aveiro. Foto:  Ana Lillebø.
666 palavras
4 Imagens
Meio Ambiente  AVEIRO 19/06/2015
INESPO II

A European project studies the adaptation of coastal areas to climatic change

The Universidade de Aveiro is analysing the perceptions of key players of the effects of climate alterations in the Baixo Vouga Lagunar of the Ría de Aveiro

The ADAPT-MED European project is analysing the adaptation of coastal areas to climatic change by concentrating on three study areas: the Baixo Vouga Lagunar of the Ría de Aveiro in Portugal; the Provence-Alps-Côte d'Azur region in France; and the island of Crete in Greece. The initiative concentrates on studying the perceptions of key players for the development of policies and strategies to allow the incorporation of measures and to help coastal areas to be better prepared for the consequences of climatic change.

Baixo Vouga Lagunar da Ria de Aveiro. Foto:  Ana Lillebø.
609 palavras
4 Imagens
Meio Ambiente  AVEIRO 18/06/2015
INESPO II

Efeitos das alterações climáticas na regeneração de vermes marinhos

A Universidade de Aveiro descobriu que as mudanças na acidez, salinidade e temperatura da água modificam a capacidade regenerativa de um poliqueta amplamente utilizado como isco

Investigadores do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM), da Universidade de Aveiro, demonstraram experimentalmente que a acidificação dos oceanos, a redução da salinidade ou a temperatura da água alteram a capacidade de regeneração da espécie Diopatra neapolitana, um verme que pode atingir até 30 centímetros.

Diopatra neapolitana. Foto: Adília Pires.
551 palavras
3 Imagens
Meio Ambiente  AVEIRO 18/06/2015
INESPO II

Los efectos del cambio climático alteran la regeneración de gusanos marinos

La Universidad de Aveiro comprueba que los cambios en la acidez, salinidad y temperatura modifican la capacidad de regeneración de un poliqueto muy utilizado como cebo

Investigadores del Centro de Estudios del Medio Ambiente y del Mar (CESAM) de la Universidad de Aveiro han comprobado experimentalmente que la acidificación del mar, el descenso de la salinidad o la temperatura alteran la capacidad de regeneración de la especie Diopatra neapolitana, un gusano que llega a superar los 30 centímetros.

El gusano Diopatra neapolitana regenerándose. Foto: Adília Pires.
574 palavras
3 Imagens
Meio Ambiente  AVEIRO 18/06/2015
INESPO II

The effects of climatic change alter the regeneration of marine worms

The Universidad de Aveiro confirms that changes in acidity, salinity, and temperature modify the regeneration of a polychaete that is frequently used as bait

Researchers of the Centre of Environmental and Marine Studies (Centro de Estudos do Ambiente e do Mar, CESAM) of the University of Aveiro have found by experiments that the acidification of the sea, the drop in salinity, or the temperature alter the regeneration capacity of the species Diopatra neapolitana, a worm that may grow to over 30 centimetres in length.

Diopatra neapolitana. Foto: Adília Pires.
565 palavras
3 Imagens
Alimentação  AVEIRO 17/06/2015
INESPO II

Analisam a evolução de emissões poluentes de veículos

Uma investigação da Universidade de Aveiro observa que os carros novos poluem menos, mas adverte que ainda emitem elementos muito prejudiciais que não são medidos corretamente

Uma investigação da Universidade de Aveiro (Portugal) revelou que as emissões poluentes dos automóveis novos têm vindo a diminuir nos últimos anos graças às restrições legais e melhorias tecnológicas. No entanto, os autores do estudo, chamado Projeto URBE, advertem que muitos outros elementos nocivos para a saúde e para o ambiente são indetetáveis com os métodos atuais.

Tubo de escape. Foto: UNL.
806 palavras
5 Imagens
Alimentação  AVEIRO 17/06/2015
INESPO II

Analizan la evolución de las emisiones contaminantes de los vehículos

Una investigación de la Universidad de Aveiro constata que los coches nuevos contaminan menos, pero advierte de que aún emiten elementos muy nocivos que no se miden apropiadamente

Una investigación de la Universidad de Aveiro ha revelado que las emisiones contaminantes de los vehículos nuevos se han ido reduciendo en los últimos años gracias a las restricciones legales y a las mejoras tecnológicas. Sin embargo, los autores del estudio, denominado Proyecto URBE, advierten de que muchos otros elementos nocivos para la salud y para el medio ambiente son indetectables con los métodos actuales.

Tubo de escape. Foto: UNL.
864 palavras
5 Imagens